Expedição Alaska – Salar do Uyuni

03 maio 2015 Expedição Alaska – Salar do Uyuni

Saímos bem cedo de Sucre rumo ao Salar do Uyuni e logo entramos no Altiplano Boliviano. O caminho nos surpreendeu muito tanto pela beleza como pela excelente qualidade das estradas. Cenários de tirar o fôlego, céu azul e montanhas imponentes, lembrou muito o Paso Jama, de Purmamarca a San Pedro de Atacama.

A Chegada em Uyuni é muito impressionante, de longe avistamos a pequena cidade de Uyuni e atrás o enorme Salar, que tem 90 por 130 km de extensão.

Chegamos por volta de meio dia na cidade, almoçamos e fomos nos informar do caminho até o Salar, nosso objetivo era acampar na Isla Pescado, que fica a cerca de 100 km da cidade. Como está na época seca, os carros 4×4 marcam um trilho no Salar, que é o que usamos para nos localizar, pois sem esse rastro fica impossível saber para onde ir.

Antes de chegar na Isla Pescado visitamos o Hotel de Sal, onde tudo é feito de sal, camas, mesas, cadeiras e tem as bandeiras do lado de fora. Seguimos para a Isla Pescado pelo meio do Salar, é impressionante como se perde completamente a noção de distância e velocidade, uma imensidão branca quase sem nenhum referência a não ser as marcas dos carros.

Chegamos na Isla Pescado já perto de 15h, passeamos um pouco, tiramos algumas fotos e fomos montar as barracas, pois escurece cedo, as 19h já está escuro. O pôr do sol foi um show a parte, assim como a lua cheia nascendo no lado contrário.

Ficamos admirando a lua iluminando o Salar, comemos e logo fomos dormir, ou pelo menos tentar. Muito vento e extremamente frio, na madrugada por volta de -10ºC, mal conseguimos dormir, mas a experiência de passar uma noite no Salar foi incrível.

Eduardo Generali

Desde 2013, Eduardo é responsável pela divisão de Entretenimento da MotoAtacama. Quando não está na estrada guiando tours, está elaborando novos roteiros, ou ministrando cursos de pilotagem ON / OFF road.

Fale pelo Whatsapp