Expedição Alaska – EUA/Canadá

01 julho 2015 Expedição Alaska – EUA/Canadá

A Baja California nos proporcionou paisagens incríveis, realmente é um lugar muito interessante. Além do visual, a temperatura também nos impressionou, o record da viagem até agora, 45 graus!!! Um calor tão forte que era melhor andar com a viseira do capacete fechada porque aberta parecia um secador de cabelo em nossas caras!

Para entrar nos EUA não é preciso dar a saída no México, apenas dar a entrada nos EUA, porém tínhamos o depósito de USD400,00 que deixamos ao entrar no México para recolher. Isso nos fez entrar nos EUA, fazer a volta e entrar novamente no México, e só depois de ir em 3 lugares diferentes que conseguimos nosso dinheiro de volta.

Entrar nos EUA foi tranquilo, mal revistaram as motos.Ficaram mais interessados em nossa viagem do que em nos interrogar.

Passamos o final de semana em San Diego e aproveitamos para fazer a revisão das motos.

De San Diego seguimos direto para San Francisco, foram 800km de excelentes estradas e muito movimento. É impressionante o volume de carros na estrada. Apesar de terem 6 faixas, é comum ver congestionamento na entrada e saída de cidades grandes.

San Francisco é uma bela cidade, charmosa e bastante turística! Ficamos um dia por lá e fomos ao Mercado, nos piers, Lombard Street, Golden Gate e Muir Park (Sequoias).

De San Francisco seguimos para Portland, com uma parada no Redwood Park, onde acampamos em meio as maiores árvores do mundo!

Em Portland recebemos o mais novo integrante da Expedição Alaska, nosso pai Ricardo Atacama chegou para nos acompanhar pelo Canadá até o Alaska! Fomos na BMW trocar os pneus das motos, pegar a moto alugada dele e já entramos no Canadá.

A fronteira EUA – Canadá é igual México – EUA, não é necessário dar a saída nos EUA, apenas a entrada no Canadá. Também foi super fácil, o oficial apenas pediu os passaportes, conferiu os vistos, conversamos um pouco sobre a viagem e nos liberou em menos de 5 minutos.

Passamos pelo Parque Jasper, uma reserva protegida com lagos, montanhas e cenários deslumbrantes. Vimos um caribou, animal semelhante ao alce, típico da região e estamos na expectativa de ver ursos também.

Foram 3 dias longos, dormimos em Cache Creek, Prince Georgee Dease Lake, cerca de 2.400 km, média de 800 km por dia. Como o sol só se põe às 10h30, tem luz até depois das 11 horas da noite.

Faltam apenas 2 dias para chegarmos no Alaska,e mais 5 ou 6 dias para Prudhoe Bay, principal destino da viagem! Reta final!

 

Juliano Generali

Piloto desde os 12 anos, Juliano já rodou por mais de 20 países pelas Américas, Europa e África. Também realizou cursos de pilotagem On e Off road, dentro e fora do Brasil.

Fale pelo Whatsapp